Corpo de mulher achado no Sertão com mordidas de cães é removido

O cunhado da vítima, suspeito de tê-la assassinado, está sendo procurado

O corpo de Edileuza Alves Leite, 31 anos, encontrado com sinais de ter sido assassinada, no início da tarde dessa quarta-feira (20), no sítio Saco da Serra, zona rural de Santa Inês, foi removido na tarde desta quinta-feira (21), após mais de 24 horas de ter sido achado.

Segundo informações, tramites burocráticos causaram a demora na retirada. O corpo foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande. A causa da morte deve ser revelada em laudo após 15 dias.

O corpo foi encontrado em estado de decomposição e parte da cabeça foi comida por cachorros. A polícia explicou que já existe um suspeito da prática do homicídio, que está sendo procurado. Ele seria cunhado da vítima.

WSCom