Perseguição termina com homem baleado após tentar tomar arma de policial da ROTAM na cidade de Patos

O fato aconteceu nesta quarta-feira, dia 31, por volta das 11h30, nas proximidades do Guedes Supermercado.

A 4ª Companhia de Policiamento de Trânsito (4ª CPTRAN) pediu auxílio da guarnição da Rondas Táticas com Apoio de Motocicleta (ROTAM), do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), para ajudar na perseguição por direção perigosa feita por Rivelino Soares Andrade, 19 anos, que conduzia a moto dele colocando em risco a segurança viária.

O fato aconteceu nesta quarta-feira, dia 31, por volta das 11h30, nas proximidades do Guedes Supermercado, quando teve início a perseguição policial. Rivelino saiu em disparada em sentido ao Bairro Liberdade e adentrou na Comunidade da Rua do Meio tendo no seu encalço a ROTAM.

Quando a guarnição da ROTAM, composta pelo Sargento Tadeu e os soldados Marllos e Juciano chegou na Rua do Meio, um indivíduo identificado por Francisco Henrique F. Pereira, 18 anos, conhecido por Rato, deu um chute em uma das motos da ROTAM e desferiu palavras de baixo calão para a guarnição.

De acordo com informações, Francisco Henrique partiu para agressão física ao Sargento Tadeu e tentou tirar a arma do policial, porém, o policial foi ágil e conseguiu evitar a intenção, porém houve um disparo acidental que atingiu o agressor na coxa esquerda. Como algumas pessoas tentaram impedir a prisão de Francisco, a guarnição fez disparos de advertência no local para dispersar.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e fez os procedimentos cabíveis e levou o ferido ao Hospital Regional de Patos. Francisco deixado aos cuidados da equipe médica e não corre risco de morte. Ele tem passagem pela Delegacia de Polícia Civil por cometimento de delitos e está albergado.

Rivelino Soares foi levado pela guarnição para a Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos diante de direção perigosa e por não atender solicitação de parada por parte da 4ª CPTRAN.

Jozivan Antero – Patosonline.com