Gervásio abre início das aulas da Escola do Legislativo da Assembleia

A ocasião marcou o início das aulas para os 60 alunos aprovados no processo seletivo do curso Preparatório ao Exame Nacional do Ensino Médio (Pré-Enem).

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Gervásio Maia, participou, nesta segunda-feira (26), da abertura do ano letivo da Escola do Legislativo Estadual. A ocasião marcou o início das aulas para os 60 alunos aprovados no processo seletivo do curso Preparatório ao Exame Nacional do Ensino Médio (Pré-Enem).

Durante a aula inaugural, Gervásio ressaltou que a Escola do Legislativo é uma referência no ensino na Paraíba. “Eu fico feliz de poder perceber a dedicação dos nossos servidores para fazer com o que a escola preste o melhor serviço possível. Aqui, nós temos aulas de Inglês, Francês, Espanhol, além do cursinho pré-Enem, que teve, na última turma, uma disputa de três concorrentes para uma vaga, contando com alunos que estão ou estiveram na Rede Pública Estadual de Ensino. Portanto, enquanto presidente da Casa, continuarei dando todo suporte e apoio possíveis para que a escola possa permanecer oferecendo a base do conhecimento para nossos jovens”, afirmou.

A diretora da instituição, Maria Helena Toscano, explicou a melhoria da qualidade nos serviços prestados da Escola para a população. “Apesar de nós termos mais alunos no ano passado, a assistência individual era prejudicada devido ao alto número de estudantes porque durante o ano inteiro eles são acompanhados e têm horários específicos que nós precisamos administrar caso a caso. Então, diminuímos para que esse processo de atendimento individual fosse realizado com mais excelência”, pontuou.

Já o professor de história Ricardo Helmoth destacou que o ensino aplicado na sala de aula reforça a criticidade e oferece um conhecimento sólido para a realização do Enem. “O curso faz com o que o aluno saia daquela rotina habitual de história e entre em uma realidade na qual será exigida dele através de estudos que explicam como está o Brasil atual e o que aconteceu para entender o que está o ocorrendo nos dias de hoje”, concluiu.

Minuto PB