Mesmo sendo do mesmo partido, Vené sepulta possível postulação de Temer à reeleição

Em entrevista ao programa do radialista Fernando Caldeira, na Tabajara FM, o parlamentar disse que a população não absorveu o emedebista como gestor.

Apesar de figurar no mesmo partido que o presidente Michel Temer, o MDB, o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo, que anda na corda bamba quando o assunto é a filiação partidária, deixou claro que não acredita na viabilidade de uma possível candidatura à reeleição do Chefe do Planalto nas eleições desse ano.

Em entrevista ao programa do radialista Fernando Caldeira, na Tabajara FM, o parlamentar disse que a população não absorveu o emedebista como gestor e, mesmo sendo um direito legítimo dele dede postular o posto, não há esperança ou sinais para êxito.

“É opinião pessoal mesmo. Eu penso, com todo respeito ao direito legítimo que o presidente Michel Temer e qualquer um outro cidadão brasileiro, filiado, com condições, com ficha limpa tem para disputar, eu, particularmente, não vejo as condições para que o presidente Temer busque esse apoio. Hoje nós vemos um governo cuja resposta da população é bastante negativa. São apenas 6% ou 7% de aprovação. A população não absorveu essas propostas do momento tais como reforma trabalhista, terceirização, reforma previdenciária, e ainda bem que ela não vem mais para discussão, porque se viesse o governo sabe que não alcançaria os 308 votos. Mas eu acho que o presidente Temer tem que fazer uma análise mesmo sendo sabedor do direito que tem de postular. A resposta da sociedade é muito peremptória, clara que não o absorve na condição de gestor, mesmo tomando como exitosa a intervenção no Rio de Janeiro, mesmo assim eu acho que a situação do presidente não é a melhor para uma postulação. Ele tem o direito, é legítimo, mas não penso ser o momento oportuno para tanto”, disse.

PB Agora