Língua estrangeira não será mais cobrada no concurso para soldado, mas prova continua com 80 questões

A mudança, que tem por objetivo otimizar o concurso, foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (27).

A matéria de língua estrangeira deixou de fazer parte do conteúdo programático do concurso para soldado da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, que oferece mil vagas de ensino médio. A mudança, que tem por objetivo otimizar o concurso, foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (27), que trouxe detalhes de como serão distribuídas, por disciplinas, as 80 questões que serão cobradas na etapa intelectual, que acontece no dia 29 de abril.

Agora, a disciplina de noções de direito e sociologia passa a ter 30 questões e português ficou com 20 questões. As duas matérias contam como os dois primeiros critérios de desempate do concurso. As disciplinas de geografia e história da Paraíba, raciocínio lógico e noções básicas de informática, têm 10 questões cada, somando 80 questões na prova.

O exame intelectual é uma das cinco fases do concurso. Os aprovados nesta primeira fase em até duas vezes o número de vagas oferecidas para cada região serão convocados para o exame psicológico, que tem por objetivo verificar se as características psicológicas de cada candidato são compatíveis com a função de Policial Militar e de Bombeiro Militar.

Os indicados no exame psicológico serão convocados para a 3ª etapa do concurso, que é o exame de saúde, que tem como novidade para este concurso a cobrança do exame toxicológico, que aponta se o candidato que pretende ingressar nos quadros da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros fez uso, nos últimos seis meses, de alguma substância entorpecente ilegal prevista em portaria do Ministério da Saúde. Nesta fase, são verificadas também a altura mínima exigida, que é de 1,65 m para homens e de 1,60 m para mulheres.

A 4ª etapa é o exame de aptidão física, que assim como as provas intelectuais, exige uma preparação intensa dos candidatos. Nesta etapa, são cobradas para homens cinco flexões de braços na barra fixa, corrida de 100 metros em até 16 segundos, a realização de 35 abdominais em 1 minuto, o salto em altura de 1.20 metros e corrida de 2.400 metros em, no máximo, 12 minutos. As mulheres são submetidas à bateria de testes de suspensão por 10 segundos em barra fixa, corrida de 100 metros em até 20 segundos, realização de 30 abdominais em 1 minuto, salto de 1 metro em altura e correr 2.100 metros em, no máximo, 12 minutos.

Após passar por essas quatro fases, os candidatos ainda são submetidos a uma avaliação social que vai pesquisar toda a conduta pessoal do interessado em fazer parte dos quadros de uma das duas corporações, pesquisando documentos oficiais e comprovando informações que serão prestadas pelo candidato.

Minuto PB