Irmãs criam suporte com água e sabão para catadores de reciclagem lavarem as mãos; vídeo

Por Redação em 04/04/2020 às 08:52:18


Material foi fixado em postes do bairro Wanel Ville IV, em Sorocaba (SP), para que coletores consigam manter a higiene durante a pandemia de coronavírus. Suporte foi amarrado ao poste pelas irmãs Hadassa e Nicole

Arquivo pessoal

Os postes da Rua Ovídio Antônio Ribeiro, no bairro Wanel Ville, em Sorocaba (SP), ganharam dizeres de solidariedade e esperança junto a suportes com água e sabão feitos por duas irmãs, Hadassa Yasmin Silva Souza, de 12 anos, e Nicole Rebeca Silva Souza, de 9 anos, desde a última quarta-feira (1º).

A ideia das duas meninas foi proporcionar um pouco de higiene para pessoas que dependem da reciclagem para tirar o sustento e não podem deixar de trabalhar mesmo com a pandemia de coronavírus.

Garrafas pet, água, sabão, barbante e cabeças cheias de criatividade e boas intenções: a iniciativa de Hadassa e Nicole fez sucesso na rua onde elas moram e reuniu um time para que a ideia continue sendo posta em prática.

Irmãs criam suporte com água e sabão para catadores de reciclagem lavarem as mãos

De acordo com a mãe das garotas, Ester Silva, de 34 anos, a família assistia ao noticiário quando viu uma reportagem expondo a situação dos coletores, apesar de todos os casos de Covid-19 no país.

"Vimos que muitos estavam com medo de mexer nos contêineres, aí tivemos essa ideia juntas, porque onde moramos passam vários coletores", explicou a mãe da dupla.

A necessidade veio à tona quando um coletor passou pela rua das irmãs e elas notaram que, logo depois de separar os materiais, o homem passou a mão pelo rosto para limpar o suor.

Coletores podem lavar as mãos em estrutura montada por irmãs

Arquivo pessoal

"Amarramos o suporte no poste e elas ainda colaram o cartaz com a frase: "Mais vida e menos mortes", além da hashtag #contra o coronavírus.

"Eu me senti com orgulho de mim mesma por saber que podia ajudar alguém. Essas pessoas que vivem na rua. Me senti feliz, porque não tem muita gente que lembra deles", contou Hadassa.

Segundo a menina, o projeto já ganhou mais adeptos. Os coleguinhas da rua também vão espalhar os suportes por outros pontos do bairro.

Catadores de reciclagem podem lavar as mãos com água e sabão

Arquivo pessoal

Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

Initial plugin text

Fonte: G1

Comentários